Atualidades em Português

Internet

Laetitea suspeita de censura no Facebook

Após algumas desavenças ininteligíveis (aparentemente resolvidas entretanto), impulsionadas em torno dos manifestos relacionados com publicações compartilhadas na conta pessoal da Laetitea no Facebook, a supressão de um determinado comentário terá levantado a suspeita de uma eventual censura por parte da realizadora (responsável pela cronologia). Pelo que achamos oportuno citar, na íntegra, o esclarecimento prestado e publicado por Laetitea sobre esta confusão:

(…) As minhas vindas ao Facebook ocorrem muito frequentemente a “passo de corrida”, e quando surgem faço os possíveis – e muitas vezes os impossíveis – para responder a todas as missivas que me são dirigidas, começando pelas mensagens particulares (privadas). Apesar do meu interesse no conteúdo exposto no mural, pressionada pela dita correspondência, admito não lhe atribuir tempo suficiente. O que é espantoso é que não me recordo do assunto e não é por falta de interesse. É possível que algumas mensagens tuas, como aliás as de muitos outros utilizadores igualmente prezáveis, passem despercebidas. Se for o caso renovo as minhas desculpas. Prometo mais atenção nesta matéria.
Quanto a comentários eventualmente censurados (por mim): eu tenho princípios muito claros quanto à liberdade de expressão/reação de cada um(a), seja onde for, e isso aplica-se também ao Facebook. A diversidade de ideias, de opiniões e muitos outros fatores que distinguem qualquer ser humano, só enriquece a humanidade, ajudando-a, inclusive, a encontrar o seu ponto de equilíbrio (e em muitos casos o “Ponto de Fuga”). Só não permito, nem admito ou tolero, aqui como em qualquer outro espaço suscetível de convívio, o recurso a linguagem brejeira e/ou que possa constranger o direito ao respeito (seja de quem for). Ora isso aqui não acontece porque – independentemente da via aberta para publicarem no meu mural – sei quem tenho na minha lista consagrada aos amigos ou relações e sei que nela posso confiar.” Laetitea

Tudo não terá passado de um mal-entendido entre o queixoso e o utilizador responsável pela partilha. Contudo, o recado ficou dado.

Laetitea no Facebook


Laetitea em direto na rede hi5

Numa interação que decorreu na passada quinta-feira (26 de outubro), das 22h00 e que se prolongou até perto da 01h00 manhã, não houve mãos a medir perante uma página que conta já com mais de 20 000 aderentes. Mas nem o volume dos interlocutores dissuadiu Laetitea de uns atribulados dedos de conversa.

“Os números não me assustam. Tentei responder a todos e fi-lo com muito gosto. Embora a minha disponibilidade não favoreça este tipo de iniciativa, entendo que quando se integra uma rede social, seja ela qual for, isso implica igualmente obrigações sociais cujo compromisso é proporcional à dimensão do respetivo círculo. As redes sociais merecem o meu respeito porque são um meio de aproximação e/ou de partilha e este tipo de ferramenta esboça, cada vez mais, para muita gente, uma oportunidade única. Existem pessoas empenhadas no bom funcionamento desses sites cujo desenvolvimento emana um trabalho brutal e complexo. Talvez motivada pelo trabalho de bastidores na minha atividade, costumo ter a noção das engrenagens geralmente ocultas aos olhos de quem se limita a utilizar ou desfrutar.

As redes sociais são um espaço voltado para o futuro onde é possível experimentar algumas tecnologias que, para muitos, fazem parte do quotidiano. Infelizmente eu não disponho de muita liberdade a consagrar ao universo online, mas, precisamente movida pelo respeito que eu lhes (redes sociais) atribuo, fiz questão de juntar o meu registo pessoal aos principais sites do género. É uma forma de lhes prestar homenagem. Por isso mesmo, apesar do meu afastamento ou distanciamento prolongado, essas pagínas são geridas (com o auxílio do pessoal escrupulosamente designado para o efeito) sob a minha vigilância. Periodicamente convoco “assembleias” onde tudo é examinado, com principal foco na segurança. Preocupo-me com a segurança das pessoas.

Quando se fala em redes sociais, tenho pena de não ser mais participativa. Tanto numas como noutras, trata-se de pessoas e quando se trabalha para as pessoas é suposto gostarmos delas!” Laetitea

Conta oficial de Laetitea na rede hi5

Por razões de segurança, os endereços das páginas e/ou contas oficiais de Laetitea nas redes sociais encontram-se devidamente listados na secção Links do site oficial www.laetitea.com


Laetitea na Wikipédia

Página de Laetitea no WordPress

“A Internet tem de ser definitivamente encarada como um bem essencial (diário) ao abrigo do estro cultural e do conhecimento generalizado. A Wikipédia e restantes projetos baseados no sistema concomitante wiki (Wikimedia Foundation), atuam precisamente como catalisadores – instrutivos – em benefício do estádio superior desse processo. Compreendo, apoio e defendo arduamente tais iniciativas como meio de veicular conteúdos imprescindíveis ao pluralismo e ao avanço (construtivo). A Internet é motivadora do meu entusiasmo pela « gula informativa », e não só, enquadrada nesse formato. Por isso mesmo, descartando-me imperativamente de qualquer vicissitude influenciada – sob o escopo comercial – pelo domínio profissional, procuro acima de tudo nutrir nela uma auréola livre da genése lucrativa. A Internet tem um importante papel a desempenhar na sociedade atual. Com a Wikipédia o seu benefício superou – gratuitamente – todos os parâmetros propostos ao serviço do conhecimento integral. Por isso, neste âmbito, como defensora de um enciclopedismo – completo, beneficiente e colaborativo – minuciosamente erguido, é sobre os alicerces desta nobre erudição que pretendo, apesar da acirrada indisponibilidade, o meu contributo impreterivelmente embutido.”

Laetitea

Conta da Laetitea na Wikipédia

http://pt.wikipedia.org/wiki/Usu%C3%A1ria:Laetitea